VEGETARIANA? SIM

by - janeiro 31, 2019

Quem me conhece sabe que sempre tive uma relação difícil com a alimentação. Muitas vezes perguntavam-me se era vegetariana e eu dizia sempre que não. Porém, há umas semanas optei por adoptar uma alimentação vegetariana. 

Eu digo que sempre tive uma relação difícil com a alimentação por vários factores: nunca fui fã de comer carne e tenha "síndrome de cólon irritável" o que significa que tenho muitas dores de barriga e que alguns alimentos me fazem mal e como tal tenho que os evitar. 

O facto de nunca ter sido fã de carne fez com que me refugiasse no peixe, daí as pessoas perguntarem-me se eu era vegetariana, a minha resposta era óbvia. Eu não era vegetariana, comia peixe e comia carnes brancas ainda que casualmente. Além disso eu não comia carne por nenhuma ideologia, simplesmente não gostava. 

Lembro-me de ser miúda e ter visto um documentário em que mostravam como é que tudo se processava na indústria de produção de lacticínios. Era realmente uma miúda, não me lembro do nome do documentário, mas aquelas imagens nunca mais desapareceram da minha cabeça. 

Sempre admirei as pessoas que conseguiam adoptar uma alimentação vegetariana e ainda mais as que adoptavam um estilo de vida vegano. Quando sugeriam que visse certos documentários ou lesse certos livros eu sempre me recusei, sabia que no momento que o fizesse que ia adoptar este tipo de alimentação. 

Não sei qual foi a minha motivação, mas comecei o ano de 2019 a ver todos os documentários que conhecia sobre a alimentação vegetariana, sobre o impacto ecológico da produção de carne e lacticínios, sobre a poluição dos oceanos e sobre a relação da nossa alimentação com certas doenças. 
Se com o primeiro documentário não fiz logo uma mudança radical, no segundo comecei a pensar nisso e à medida que o tempo ia passando, a consciência ia pesando. Num desses dias disse que queria começar a ter uma alimentação vegetariana. E assim é há duas semanas. 

As reacções da minha família foram as piores, óbvio. Isto porque tenho anemia e uma produção de plaquetas meio estranha. O que decidi fazer é testar esta alimentação, fazer exames e falar com o médico. 

Porém, quis compartilhar esta experiência convosco. Não é, de todo, um post para vos convencer a converterem-se em vegetarianos, atenção. Queria só compartilhar a minha experiência e principalmente pedir-vos ajuda. Este é todo um novo mundo para mim, preciso de dicas, de trocar experiências, por isso, quem está desse lado que se chegue à frente e que me ajude, please. 

Queria também que me dissessem o que acham de partilhar aqui receitas vegetarianas? Como podem procurar na tag do blog #receitasfitdaju eu já costumava partilhar receitas aqui, gostaria de saber se acham que devia continuar a partilhar? 

Deixo-vos aqui os documentários que vi e que realmente tiveram algum impacto nesta minha decisão. Se conhecerem mais documentários ou livros, o que for, partilhem comigo, por favor. 









You May Also Like

0 comentários